22 de jun de 2012

Sede própria.


O prefeito Marcos José da Silva (PMDB) vai entregar neste sábado, dia 23, a sede da Coordenadoria da Mulher, um marco histórico para Valinhos. O espaço terá a função de formular, coordenar e articular políticas públicas em prol da defesa dos direitos da mulher. “Eu anunciei a instalação do espaço para a Coordenadoria da Mulher no ano passado, durante a 3ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres, promovida pelo CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher), e agora estamos concretizando esse sonho”, destacou Marcos. A inauguração será realizada às 10 horas, na Avenida Independência, 697, no andar térreo do Conselho Tutelar.
O prefeito Marcos lembra que a inauguração do espaço se somará a outras ações da administração municipal voltadas à mulher. “A Prefeitura já tem em suas diversas secretarias vários programas que se destinam e beneficiam as mulheres. E agora vamos colocar em ação um lugar para auxiliar na articulação das políticas publicas para as mulheres”. Segundo ele, a criação do espaço atende a uma reivindicação da vereadora Dalva Berto, feita no início de 2009.
Para essa implantação, houve um repasse de R$ 100 mil do Governo Federal e contrapartida de mais de R$ 28 mil da Prefeitura, que foram investidos na aquisição de mobiliários, equipamentos, material permanente e um veiculo utilitário tipo perua para passageiros.
A secretária de Desenvolvimento Social e Habitação, Ana Cláudia Scavitti contou que a prioridade inicial, após a instalação do espaço, será traçar um mapa da violência doméstica no município, por meio de informações coletadas nos serviços de atendimento à mulher do município. “Esse diagnóstico vem propiciar a melhoria na qualidade dos serviços prestados e possibilitar a criação e ou a implementação de ações, projetos e programas, dando maior efetividade no atendimento à mulher vítima de violência”.

Parcerias
Sueli Maróstica Mamprin, coordenadora do órgão, destacou que uma das ações será buscar uma parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Valinhos) ou com o curso de Direito da Faculdade de Valinhos (FAV) para oferecer atendimento jurídico às mulheres vítimas de violência. “Pensar e melhorar a atenção à mulher vitima de violência, poderá contribuir na diminuição das desigualdades como também realizar sua inclusão e de sua família nos programas sociais já existentes”, disse.
Fonte: Prefeitura de Valinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário